"Sei o que vão dizer: a burocracia, o trânsito, os salários, a polícia, as injustiças, a corrupção e o governo não nos deixam ser delicados. - E eu não sei? Mas de novo vos digo: sejamos delicados. E, se necessário for, cruelmente delicados." Afonso Romano de Sant'Anna

"... acordar a criatura humana dessa espécie de sonambulismo em que tantos se deixam arrastar. Mostrar-lhes a vida em profundidade. Sem pretensão filosófica ou de salvação - mas por uma contemplação poética afetuosa e participante." Cecília Meireles

Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Parabéns!!!



SONETO DE ANIVERSÁRIO*

Vinícius de Moraes

Passem-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece....
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.


Parabéns pelo aniversário! Abraços, Bethânia e Vinícius.


*Rio de Janeiro, 1942
in Antologia Poética
in Livro de Sonetos
in Poesia completa e prosa: "Poesia varia"

Um comentário:

tivinhovita disse...

Mariiiii,
eu e Quezinha passando a tempo de desejar muitas felicidades, saúde, amor, sucesso e paz pra vc, não só no seu dia de nascimento, mas em todos os outros 364 que compõem o seu ano! Que Deus continue a iluminar o seu caminho e vc brilhe cada vez mais! rsrs Bjs Bjs
Vítor e Quézia

PS. Estamos surtando com a proximidade da prova! Daí o lapso temporal rsrs =)